POR QUE O PÃO NÃO É NOSSO?

Se há uma mensagem clara na oração modelo ensinada por Jesus é o combate a um estilo de vida egoísta e centrada em si mesmo. Depois de tratar das questões espirituais na oração, Ele nos leva a refletir sobre o material – O PÃO. Alimento comum desde os primórdios da humanidade, o pão é usado por Jesus como símbolo de toda nossa necessidade física. E nesse pedido há uma mensagem séria e profunda, mas pouco percebia. Isso porque a oração ensinada por Jesus se tornou na boca de muita gente uma simples reza ou um mero ato supersticioso. A mensagem é um convite ao desenvolvimento de um profundo censo comunitário.
Jesus nos chama não para pedir pelo “meu pão de cada dia”, mas o pelo NOSSO! Mas além de nos levar a pedir pelo pão do outro, Jesus também deixa claro que esse pão que de forma graciosa chegou a mim, não é exclusivamente meu, mas NOSSO.

Na oração o Pão é Nosso, mas por que na prática vivemos como se o pão fosse inteiramente e exclusivamente meu?

1 – O PÃO AINDA NÃO É NOSSO, POR QUE AINDA NÃO COMPREENDEMOS QUE TUDO QUE TEMOS É NA VERDADE PROPRIEDADE DE DEUS.
Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Salmos 24.1

2 – O PÃO AINDA NÃO É NOSSO, PORQUE AINDA NÃO ENTENDEMOS QUE A BENÇÃO DEVE SER UM MEIO E NÃO UM FIM.
Os favores de Deus dados a nós em sua infinita misericórdia, não devem ter um fim em nós, mas ser benção na vida do próximo. “O pão nosso de cada dia nos dá hoje” é também um convite à partilha.

3 – O PÃO AINDA NÃO É NOSSO, POR QUE NÃO VIVEMOS DE FORMA SIMPLES.
Em nossa centralidade egocêntrica esbanjamos diariamente com aquilo que é fútil e desnecessário, resultado: não há espaço no nosso orçamento para o outro.

4 – O PÃO AINDA NÃO É NOSSO, PELA NOSSA FALTA DE CENSO COMUNITÁRIO.
Senso comunitário é olhar para a humanidade como uma grande família. É ver cada ser humano como irmão, até porque o Pai também não é meu, é nosso! Quando desenvolvemos essa consciência comunitária, passo a ver as necessidades do meu irmão, não só como uma responsabilidade governamental, mas minha. E disse Deus: O pobre e o necessitado sempre existirão; por isso, se compadeça e faça o bem ao teu irmão. Deuteronômio 15.11

Lembre-se: A oração do “Pai Nosso”, é também a oração do “Pão Nosso”.

Weslei Pinha


Deixe seu comentário