O DEUS NOSSO DE CADA UM

Depois que o Senhor disse essas palavras a Jó, disse também a Elifaz, de Temã: “Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, com meu servo Jó”. Jó 42.7

O Deus de amor está zangado! Os alvos da sua zanga e aborrecimento são Elifaz, Bildade e Zofar, “amigos” de Jó que percorreram longas distâncias até a terra de Uz com objetivo de consolar o patriarca destruído pelas suas muitas perdas, mas ao invés disso, o colocaram no banco dos réus e o condenaram impiedosamente por alguma culpa e pecado oculto contra o Todo-Poderoso. Mas não é apenas Jó que está zangado pelas injurias de seus “amigos”, Deus também está. Elifaz, Bildade e Zofar falaram inverdades sobre Jó e sobre Deus. Eles transmitiram a Jó uma falsa e equivocada imagem de Deus. Falaram de Deus aquilo que Deus não é “vocês não falaram o que é certo a meu respeito”. Jó 42.7

Elifaz ensinou que Deus dá pouca importância a raça humana; Bildade ensinou que a relação com Deus resulta em prosperidade material e Zofar ensinou que Deus é um ser distante e inatingível (Filosofia deísta). Por essas e outras teologias que não condiz com aquilo que de fato Deus é, que a ira do Criador se acendeu contra aqueles homens.

Diante desse episódio último que compõe o livro de Jó, fico a pensar de como o Eterno deve estar também zangado com alguns cristãos e seus líderes. Visto que assim como Elifaz, Bildade e Zofar estão disseminando entre familiares, amigos e fieis uma imagem distorcida e embaçada de Deus.

Muitos só conseguem olhar para Deus como um Deus de juízo e castigo, e não como um Pai amoroso, que recebe com festa o filho rebelde, mas arrependido que saiu de casa e de forma pródiga gastou parte da herança. Outros não conseguem ver Deus como um Deus gracioso, que abençoa e dá, sem que tenhamos feito nada para merecer. Isso não é Deus, mas um “outro Deus” formado segundo nossa imagem e semelhança.

Precisamos urgentemente falar de Deus aquilo que realmente condiz com sua pessoa e caráter. Deus deseja ser apresentado da forma que Ele realmente é. Por isso, eis a questão: Como podemos anunciar Deus da forma mais coerente possível?

Resposta: Jesus!

Jesus Cristo é a revelação mais precisa da pessoa de Deus. O Pai se revelou de forma perfeita na pessoa do Filho. A isso Paulo declara aos colossenses “O qual é imagem do Deus invisível”. Colossenses 1.15

Para não cometer o erro dos “amigos” de Jó, fale do Pai com os olhos no Filho!

Weslei Pinha


Deixe seu comentário