Igrejas Burocráticas

Burocracia segundo o dicionário de língua portuguesa é uma estrutura composta por excessos de regras, processos e hierarquias. Quem nunca viveu a estressante necessidade de ter que apresentar não poucos documentos para a simples aquisição de um bem, ou ainda a cansativa obrigação de comprovação de ser quem você afirma ser. Junte a isso os diferentes órgãos e instâncias que devem ser buscados para resolução de uma mesma causa. Sem mencionar da morosidade na conclusão dessas ações.

Não para nossa surpresa várias organizações mundiais classificaram o Brasil como um dos países mais burocráticos do mundo. Uma delas foi o Institute of Managerial Development (IMD), que em pesquisa com 61 nações concluiu que somos o país onde a burocracia mais prejudica a atividade econômica.

Que as mais diferentes áreas da sociedade brasileira como econômica, jurídica e política estão tomadas de processos burocráticos isso não temos dúvidas, mas o que estive pensando recentemente é que o fenômeno burocrático não é um “privilégio”  vivido apenas na dimensão do cotidiano humano e suas labutas, mas também na dimensão religiosa, falo de igrejas cristã altamente burocráticas, as quais cultivam por décadas excessos de regras, processos e hierarquias.

Quem é o culpado? A quem podemos responsabilizar pela burocratização das comunidades cristãs? Penso que a institucionalização da mesma é sem dúvidas a causa. Quando a Igreja do Cristo se torna mais instituição e menos comunidade à burocratização, os excessos de estruturas e processos é consequência certa.

Será que quando Jesus criou a igreja (Mateus 16.18,19) ele tinha o desejo que fôssemos o que muitas de nossas igrejas são hoje? Comunidades marcadas pelas burocracias institucionais. Com base no que lemos nos evangelhos e em Atos dos Apóstolos a resposta é não! Para isso, observe por meio das atitudes e falas de Jesus, bem como nos atos dos primeiros discípulos que o desejo do Cristo para sua comunidade de fé era i é, simplicidade e leveza em todas as suas áreas e processos:

João 4.21;23 – Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai (…) Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

João 8.10,11 – Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.

 Atos 8.36-38 – E, indo eles caminhando, chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado?  E disse Filipe: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus. E mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou.

 I Coríntios 11.28Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.

Adoração desburocratizada; trato com o pecado desburocratizado; batismo desburocratizado e ceia desburocratizada. Há quem diga que essa proposta de igreja promova bagunça e desordem, penso exatamente o contrário. Simplicidade em amor é a mais pura ordem!

Weslei Pinha


Deixe seu comentário