A IGREJA QUE NÃO CONVERSA

Uma das capacidades humanas dada por Deus ao homem e que o difere dos demais seres é a capacidade de comunicação por meio da fala. Capacidade de falar, de dialogar que deve também ser vista e reconhecida pela igreja como um instrumento poderoso na formação de verdadeiros discípulos.

A Bíblia está repleta de mandamentos e ensinos que nos incentivam a desenvolver o diálogo, a conversa com Deus e como as pessoas. Mas infelizmente, por profunda timidez, orgulho, individualismo, ausência de confiança ou ainda por um entendimento errado da fé, muitos se vangloriam em dialogar sobre suas particularidades apenas com Deus. “Meus problemas eu só conto para Deus”! Afirmam eles. Não sabendo que essa atitude releva uma postura totalmente antibíblica.

A vontade de Deus é que conversemos com Ele, mas também que conversemos uns com os outros. Quantas pessoas entram na igreja mudos e saem calados? Quantos não conseguem abrir seu coração com absolutamente ninguém? Quantos vivenciam sozinhos suas dores e seus próprios dilemas? Quantos não confessam pecados e fraquezas no objetivo de alcançarem cura? Essa é a igreja que não conversa! E como consequência disso a comunidade enfraquece. Enfraquece pelas doenças e pecados não tratados. Enfraquece em virtude do individualismo, principal inimigo da comunhão.

Assim como são muitos os textos que nos incentivam ao dialogo com Deus, muitos também o são que nos incentivam o diálogo com os outros. Comprove:

Comunicai com os santos nas suas necessidades… Romanos 12.13

Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Efésios 4.25

A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros… Colossenses 3.16

Confessai as vossas culpas uns aos outros… Tiago 5.16

Dessa forma podemos afirma: A fé que me leva a apenas dialogar com Deus, e exclui o diálogo humano, não é a verdadeira e traz consigo consequências nocivas e destrutivas ao discípulo e a comunidade da fé.

Weslei Pinha

 


Deixe seu comentário