O ORGULHO SEGUNDO C.S LEWIS

Em seu livro Cristianismo Puro e Simples, Lewis chama o orgulho de o “Grande Pecado”. De acordo com os mestres cristãos, o pecado capital, o mal supremo, é o orgulho. Foi pelo orgulho que o diabo se tornou diabo. Em outro de seus escritos, Lewis afirma que o orgulho é o pecado que o diabo ensinou aos homens. Orgulho é o mais completo estado da alma, anti-Deus.  Porque orgulhar-se, é primariamente decidir viver e tomar decisões à parte de Deus. Orgulhar-se é deixar de ouvir Deus, para ouvir a serpente.

Quanto mais orgulhosa for uma pessoa, mais ela detesta o orgulho nas outras. Na verdade, se você quiser descobrir o quanto é orgulhoso, a forma mais fácil de fazê-lo é perguntar-se: “Quanto eu detesto quando outras pessoas me inferiorizam ou se recusam a me dar atenção, ou dão palpite, ou são condescendentes comigo, ou são exibidas”?

O orgulho tem sido a causa principal da desgraça em todas as nações e todas as famílias desde a criação do mundo. O orgulho sempre significa inimizade – ele é a inimizade em pessoa. E não apenas inimizade entre pessoas, mas inimizade para com Deus. Enquanto você for orgulhoso, não poderá conhecer Deus. Sempre que nossa vida religiosa está nos fazendo pensar que somos bons – melhores do que os outros –, certamente estamos sendo influenciados não por Deus, mas pelo diabo. A prova real de que você está na presença de Deus é que você ou esquece completamente de si ou se vê como objeto pequeno e sujo. O orgulho é um câncer espiritual, tendo em vista que corrói a própria possibilidade de amor, ou de contentamento, ou mesmo de bom senso.

O orgulho é essencialmente competitivo. O orgulho não tem prazer em ter algo, mas apenas em ter mais que o próximo. É a comparação que faz uma pessoa orgulhosa: o prazer de estar acima dos demais. Uma pessoa orgulhosa sempre está desdenhando de coisas e pessoas.

A vaidade é um tipo de orgulho. A pessoa vaidosa deseja demais elogio, aplauso e admiração e está sempre os buscando. O que dentre outras coisas, mostra que você ainda não está completamente satisfeito com sua admiração própria. Você valoriza as outras pessoas o suficiente para querer que elas olhem para você.

Se alguém quer adquirir humildade penso que poderia lhe dizer qual é o primeiro passo: Reconhecer o próprio orgulho. Trata-se de um passo bem grande. E nada poderia ser feito antes disso.

C.S Lewis do livro “Cristianismo Puro e Simples”. Adaptação Weslei Pinha


Deixe seu comentário