GUARDE O SEU CORAÇÃO

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem às saidas da vida. Provérbios 4.23

Para a biologia (ciência estuda a vida), esse órgão de cerca de 250 a 300 gramas é responsável por bombear ou fazer o sangue circular por meio dos vasos sanguíneos por todo corpo humano. Nesse processo o lado direito do coração recebe sangue pobre em oxigênio, que é lançando aos pulmões, que por sua vez devolve para o lado esquerdo do coração sangue rico em oxigênio, que é lançado no nosso sistema circulatório. Esse processo que leva segundos é vital a vida animal.

Nos tempos bíblicos pensava-se que nossos pensamentos, decisões e sentimentos vinham do coração. O coração na Bíblia é apresentado como uma espécie de “centro de controle” de toda a vida. Por isso os personagens Bíblicos tinham muita preocupação com o coração. É por conta dessa concepção, dessa forma de entender o coração que Davi orou assim no Salmo 51: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro…”

Hoje sabemos que o coração nada tem haver com tomada de decisões, sentimentos e pensamentos. Sendo assim, como devemos entender os textos bíblicos que tratam do coração? Coração na Bíblia deve ser entendido como interioridade, o mais íntimo do ser ou lugar mais profundo da mente humana.

Veja o que Jesus diz em Marcos 12.30: “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração…” Se o coração é apenas uma bomba que promove a circulação do sangue, o que Jesus estava querendo dizer quando nos ensinou a “Amar a Deus de todo coração”? Resposta: Ame com todo o seu ser! Que o amor a Deus seja algo que brote da sua interioridade, tome conta de tudo que você é, e seja manifestado, evidenciado através de todas as suas ações.

Depois de tudo isso, como fica Provérbios 4.23? – Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem às saidas da vida.

“Guardar o coração” é cuidar do interior, cuidar dos pensamentos, sentimentos e desejos. Por isso, guarde seu coração se protegendo da insatisfação e do descontentamento; Guarde seu coração se protegendo da sutil sedução do pecado; Guarde seu coração se protegendo da amargura de alma, seja pela vida, seja pelo próximo; Guarde seu coração se protegendo da incredulidade, da falta de fé; Guarde seu coração e se proteja da falta de esperança.

Sabendo da complexidade da nossa interioridade e de como somos volúveis e instáveis, o Criador deixou um importante aviso de alerta em Jeremias 17.9,10:

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos…

Weslei Pinha

 

 


Deixe seu comentário